Progressiva ou Botox? Um guia completo para você não errar na escolha

Progressiva ou botox capilar

 

Nosso papo hoje é com você que está com esta dúvida de matar: Escova Progressiva ou Botox Capilar?

Quem gosta do cabelo liso e prefere não se preocupar com escova e chapinha, ama a Escova Progressiva.

Quem já ama a progressiva e quer optar por um tratamento com menos química e que agrida menos o cabelo ou quem não quer investir num cabelo muuuuito liso, escolhe o Botox Capilar. E aí? Qual destes é o seu caso? Não sabe? Então você está na dúvida entre os dois procedimentos?

Amiga, calma! A gente te entende! Vamos te ajudar! Esse post é todo dedicado as maiores dúvidas e diferenças entre progressiva e botox. Acompanhe até o final!

Leia Mais

1

SLEEK HAIR: O liso perfeito que é tendência em 2018

Você conhece o sleek hair? O penteado, que numa tradução livre significa “cabelo lambido”, continua sendo tendência no verão 2018. O styling super alinhado esbanja estilo e é hit entre as celebridades. Ideal para quem é fã do estilo minimalista e moderno, o penteado consiste em usar o cabelo bem liso e esticado, sem fios fora do lugar. Perfeito para quem não abre mão de usar o cabelo solto nas festas, ele proporciona um ar instantâneo de elegância e atitude. Quer saber mais sobre a tendência? Confira nossas dicas!

Leia Mais

O Formol nos alisamentos

efeitos-colaterais-escova-progressiva-formol

Nós mulheres estamos cada vez mais ocupadas, é trabalho, estudo, família, casa…. tanta coisa pra resolver num dia só que queremos soluções rápidas e práticas pro nosso dia a dia. Cá entre nós, um cabelo liso que basta você pentear é uma solução fácil e conveniente.
Por volta de 2002 surgiram as tão faladas escovas progressivas. Prometiam cabelos lindos e lisos por meses. Um sonho para quem não queria alisar os fios com amônia, sódio ou guanidina. Mas a ‘maravilhosa’ solução da época vinha com uma peculiaridade, o FORMOL.

formula do formol.

Mas o que de fato é o formol e para que serve?

O formaldeído é um composto orgânico volátil (VOC) feito a partir do metanol, que é um álcool muito tóxico à saúde. Ele serve para impedir o crescimento de microrganismos em diversos produtos, portanto ele possui ação conservante.

Formol em alisamentos…

O emprego dessa substância como alisante é proibido pela ANVISA. Segundo o órgão, o componente só é permitido como conservante adicionado durante o processo de fabricação nas indústrias, com concentração máxima de 0,2%. Por isso, toda atenção é pouca: para ter efeito alisante, é utilizado em doses elevadas, acarretando sérios danos à saúde de quem o prepara, aplica e recebe. Então, já sabe: nenhum alisante do mercado, que tenha como base esse ativo, recebe o registro do órgão. Sendo assim, sua composição não foi avaliada e aprovada e o produto é ilegal.

Como identificar?

Para saber se um alisante tem ou não formol, basta cheirá-lo: o odor é característico. Em contato com a pele, causa vermelhidão, dor e queimaduras. Nos olhos, a reação é parecida, além de ocorrer lacrimação, visão embaçada e, no caso de altas concentrações, danos irreversíveis. A inalação ainda provoca dor de garganta, tosse, tontura, irritação no nariz e perturbações na respiração, levando a edema pulmonar e pneumonia.

Esses são alguns compostos que em concentrações elevadas, são liberadores de formol (formaldeído). Como saber se a concentração é alta? É só olhar a ordem dos ativos, quanto mais no começo da composição, maior a concentração.

FORMALDEHYDE – FORMALIN – IMIDAZOLIDINYL UREA – DIAZOLIDINYL UREA – SODIUM HYDROXYMETHYLGLYCINATE – METHANAL – OXYMETHYLENE

Sintomas/consequências do uso do formol nas escovas progressivas:

Contato com a pele: (couro cabeludo) – Tóxico. Causa irritação à pele, dor e queimaduras.

Contato com os olhos: Causa irritação, vermelhidão, dor, lacrimação e visão embaçada. Altas concentrações causam danos irreversíveis.

Inalação: Pode causar câncer no aparelho respiratório. Pode causar dor de garganta, irritação do nariz, tosse, diminuição da freqüência respiratória, irritação e sensibilização do trato respiratório. Pode ainda causar graves ferimentos nas vias respiratórias, levando ao edema pulmonar e pneumonia. Fatal em altas concentrações.

Exposição crônica: A frequente ou prolongada exposição pode causar hipersensibilidade, levando às dermatites. O contato repetido ou prolongado pode causar reação alérgica, debilitação da visão e aumento do fígado.

Além disso, a OMS (Organização Mundial da Saúde) considera este composto como cancerígeno. O que o formol faz no cabelo?

Fio formol

O formol destrói as moléculas que formam o fio, criando uma capa que encobre os estragos internos. Além da quebra e ressecamento dos fios, a oleosidade do couro cabeludo aumenta, pois esta “capa” não permite que o óleo natural dos cabelos escorra pelos fios. A ausência desses componentes oleosos torna os cabelos endurecidos, sem maleabilidade e sem brilho.

Ficou assutada? Melhor não arriscar sua saúde! A Tutanat Sleek and Frizzless Hair foi desenvolvida e lançada a mais de 4 anos e não utiliza o danoso formol. Legalizada na Europa e outros mercados estrangeiros, é a sua solução segura para ESCOVA PROGRESSIVA. Cabelos comportados, sem frizz e volume por até 3 meses.

Então como as formulações para alisamento conseguem mudar a estrutura do cabelo cacheado/ondulado?

b4063bf2-05da-451a-833c-4de10b388290

 

A forma dos cabelos é dada pelas pontes de hidrogênio e sulfeto. Tais produtos quebram essas pontes, fazendo com que o fio perca sua aparência original. “As pontes de hidrogênio são quebradas mais facilmente por meio do aquecimento. Por isso, quanto você faz uma escova ou usa a chapinha, o fio alisa”, explica Adriano Almeida (SP), dermatologista e tricologista, diretor da Sociedade Brasileira do Cabelo e professor da Fundação Pele Saudável.

Quer saber como ter cabelos alinhados e mais lisos por até 3 meses?

bt_descubraaqui

#loucasporcabelo